Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



EM LUTA CONTRA A PÓLIO

Quarta-feira, 07.12.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rotary Clube Peniche às 19:23

O NOSSO PRESIDENTE EM ENTREVISTA AO JORNAL ROTARY EM ACÇÃO

Segunda-feira, 05.12.11

 

Um equipamento de excelência

Centro de Férias do Rotary Clube de Peniche

 

O Rotary Clube de Peniche possui um Centro de Férias perto do Cabo Carvoeiro equipamento inaugurado em 11 de Março de 1989, no âmbi­to dos serviços à comunidade.

 

Trata-se de edifício polivalente, que actualmente acomoda tam­bém a sede do clube. No piso tér­reo funciona o Centro de Férias, ins­talação única do género em todo o universo rotário português, que está preparado para receber até 20 utentes e três monitores, possui bar de apoio, sala de reuniões/refei­ções, cozinha, casas de banho com­pletas e equipadas com instalações para deficientes motores.

 

A funcionar durante todo o ano o equipamento tem, no entanto, nos meses de Verão maior procura por grupos de crianças ou jovens carenciados ou com necessidades especiais provenientes de institui­ções de solidariedade.

 

Sobre este projecto conversámos com Jorge Paulino, presidente do RC Peniche.

 

Rotary em Acção (R.A.) – O que levou o Rotary Club de Pe­niche a edificar o Centro de Fé­rias?

 

Jorge Paulino (J.P.) – Tratou-se dum projecto concebido tendo como objectivo proporcionar esta­dias junto ao mar a grupos de jovens economicamente mais carenciados, e que lhes permitisse usufruir das excelentes condições que o litoral de Peniche oferece para actividades a desenvolver junto à orla marítima. O projecto incluía ainda a vertente de poder funcionar como destino para projectos de intercâmbio de jo­vens, ou campos de férias, no âmbi­to do movimento rotário. A própria construção do Centro constitui um projecto para os membros do clube, que participaram activamente nas respectivas obras de edificação.

 

R.A. – Qual a mais-valia do Centro de Férias?

 

J.P. – Trata-se de instalações prá­ticas e adequadas para que grupos de populações mais carenciadas possam ter um espaço privado ao seu dispor com condições para alo­jamento e confecção de refeições e que, simultaneamente, sirva de base para a descoberta e desenvol­vimento de outras actividades na zona.

 

R.A. – Que tipo de instituições procuram o Centro? E em que me­ses?

 

J.P. – Normalmente são institui­ções de solidariedade social (IPSS), que lidam com jovens com neces­sidades especiais e/ou económi­cas, entre as quais se salientam as CERCI’s. Os meses de maior ocu­pação são os que coincidem com a época de veraneio.

Apesar de serem estas as situa­ções mais frequentes, o Centro re­gista ocupações de todas as faixas etárias e em variados períodos do ano.

 

R.A. – O movimento está sufi­cientemente informado sobre este equipamento e de como pode usu­fruir dele?

 

J.P. – Nos últimos anos tem sido feito um grande esforço pelo Rotary Clube de Peniche para divulgar es­tas instalações. Fora do movimento rotário a divulgação é feita junto da FENACERCI e de algumas IPSS, em rotina anual. Dentro do movimento foi feita a apresentação deste nosso projecto durante a PETS, no Semi­nário Distrital da Rotary Foundation e por correio electrónico para todos os Presidentes e Secretários do ac­tual ano rotário. No princípio deste ano rotário foi ainda enviado artigo para a revista Portugal Rotário, que se encontra a aguardar publicação. O clube possui um ficheiro de apre­sentação das instalações e respecti­vo regulamento que envia a todos os que manifestem interesse.

 

R.A. – Se um clube quiser usufruir do Centro como o pode fazer?

 

J.P. – Basta contactar o RC de Pe­niche, preferencialmente na pessoa do responsável permanente pela Comissão do Centro de Férias, João Avelar (telemóvel 914925000), ou em alternativa com o presidente vigente.

O custo mínimo de utilização é 40 euros. O preçário facultado pelo RC Peniche propõe estadas com preços com roupa de cama e sem roupa de cama. No primeiro caso os primeiros 5 dias (por utente e por dia) custam 4 euros e os restan­tes dias de permanência 3 euros. No segundo caso, os primeiros 5 dias (por utente e por dia) custam 3 euros, e os restantes dias de perma­nência, 2,5 euros.

 

RC Peniche candidata projecto

para recuperação do edifício

 

Em Setembro último e no âmbito do novo regulamen­to de candidatura a projectos de apoio da Fundação Rotária Portuguesa (FRP) o RC Peniche apresentou um projecto para recuperação de algumas áreas do edifício que estão a precisar ser recuperadas.

O projecto entretanto aprova­do vai possibilitar que o edifício seja alvo de melhoramentos pois, como sublinha Jorge Paulino, a estrutura tem de ser permanen­temente acompanhada neste sentido devido a estar implanta­da numa zona que sofre bastante devido à proximidade do mar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Rotary Clube Peniche às 15:41




Links

Clube Contacto



Comentários recentes